17.2.18

Resumo do Mês || Janeiro

2018 não podia ter começado com um mês tão bom como foi janeiro. Aconteceu muita coisa e vou fazer-vos um pequeno resumo do mês!


14.2.18

TAG || Boyfriend

Hoje é dia de tag! Desta vez é a Boyfriend Tag e isso quer dizer que vocês vão conhecer o Rafael. Como em todas as histórias, até as de amor, existem 2 versões da realidade. Por isso, todas as perguntas vão ter 2 respostas: a minha e a dele. Até mesmo aquelas que são diretas, e as respostas não podem ser diferentes, têm duas respostas na mesma. Preparem-se para rir um bocadinho! E sempre que virem algo vermelho entre parêntesis, lembrem-se que sou eu a comentar as respostas dele. Se estiverem com pressa, ou preguiça de ler, saltem as respostas dele porque são enormes (estão avisados!). Como não temos fotos juntos, todas as fotos são do We Heart It.



31.1.18

Movie 36 || Janeiro

No último dia de janeiro, tive que vir falar um pouco sobre cada filme que vi neste mês. Foi um total de 7 filmes, todos muito diferentes uns dos outros.



À Procura de Dory: o primeiro filme que vi em 2018. Apesar de já o ter visto quando saiu, no cinema, gostei muito! É da Pixar, o que quer dizer que é de animação, e é a continuação de À Procura de Nemo. Conta-nos a história de Dory e dos seus pais. E mais, não devemos saber. Como é habitual, eu amei este filme! Voltei a rir com as peripécias da Dory e com o seu maravilhoso baleiês. Todas as personagens estão bem feitas e todas têm uma personalidade própria. Acho sempre piada ao fim do filme, quando vemos o que aconteceu aos amigos do Nemo.

Zootópia: outro filme de animação e, curiosamente, foi um que eu não gostei muito. Normalmente, adoro os filmes de animação mas com este foi diferente. Não senti que fosse dos melhores. Mesmo assim, gostei muito de certas piadas como o tamanho do Mr. Big ou as preguiças. O problema é que tirando isso, o filme não me disse nada.

Jumanji: Welcome to the Jungle: o único filme que vi no cinema e foi, sem dúvida, o melhor que vi este mês. Já tinha visto o primeiro filme e não esperava que este fosse tão bom. Esqueci-me foi que eu adoro todos os filmes em que o Nick Jonas entra, portanto amei o Jumanji. É diferente do original, sem dúvida alguma, mas é fantástico. É bastante divertido! Se se querem rir um bocadinho, este é o filme!

Pacha e o Imperador: nem consigo descrever o quanto adoro este filme, personagens, história, tudo! o Kuzco é das minhas personagens preferidas de sempre por isso Pacha e o Imperador é dos melhores filmes que já vi. Quem conhece o desenho animado "A Nova Escola do Imperador" vai adorar o filme, isto porque a série televisiva foi inspirada no filme. Até tem o Kronk a falar esquilês. Eu adoro!

Pitch Perfect: durante a minha estadia em França, vi Pitch Perfect. Foi a primeira vez, apesar de já ter tentado antes. Um musical muito divertido com bons atores. Não foi dos meus preferidos mas gostei mesmo assim. A Fat Amy é a minha preferida e ri muito com ela.

Sherlock Holmes: detestei este filme. É longo, é chato, a história é igual a muitas outras, não há algo que diferencie o filme de outros... Não é para mim. Só cheguei ao fim porque ainda estava em França a ver com mais pessoas mas, sem dúvida, não vou continuar a ver os outros. Até o ator principal não me cativou e eu gosto muito de outros papeis que ele já fez.

Adeus, Lenine: comecei a vê-lo hoje mas já o tinha visto há dois anos, numa aula de alemão. Conta a história de uma família alemã durante a queda do muro de Berlim e é fantástico tudo o que os filhos fazem pela mãe, que está em coma aquando da queda do muro. É um filme alemão, por isso preparem-se para algumas cenas de nudez mas não é nada do outro mundo. Gosto muito deste filme!

Foram estes os filmes que vi para este projeto. Vou fazer opinião mais detalhada de alguns deles durante o mês de fevereiro!

Post inserido no projeto " Movie 36", criado pela Lyne do blog "Imperium", em parceria com a Sofia do blog " A Sofia World" . Participantes: Inês Vivas, " Vivus" ; Vanessa Martins, " Make It Flower"; Joana Almeida, " Twice Joaninha" ; Joana Sousa, " Jiji" ; Alice Ramires, " Senta-te e Respira" ; Sónia Pinto, "By The Library" ; Francisca Gonçalves, " Francisca" ; Inês Pinto, " Wallflower" ; Carina Tomaz, " Discolored Winter"; Sofia Ferreira, " Por onde anda a Sofia?"; Sandra, " Brownie Abroad"; Cherry, ''Life of Cherry''; Sofia, " Ensaio sobre o Desassossego"

26.1.18

Opinião || Make Good Art

Foto retirada daqui.
Assim que acabei de ler este livro, escrevi esta opinião. Tem por base um discurso que o Neil Gaiman fez, em 2012, sobre arte. Quando digo arte, falo em qualquer tipo de arte: escrita, cinema, teatro, música, fotografia, pintura...

Se não quiserem ler, podem simplesmente ver o discurso porque o livro está praticamente igual! Este discurso foi feito na Universidade de Artes em Filadélfia, em 2012. Porém tudo o que ele diz pode, e deve, ser aplicado hoje! 

Andava para ler este livro há pouco mais de 6 meses e na altura no NaNoWriMo estive quase para o ler mas não tinha vontade de fazê-lo. Como todos os anos, um grupo no Goodreads faz maratonas trimestrais e eu costumo participar sempre. Uma das categorias para esta primeira, era ler um livro sobre arte. Lembrei-me logo do Make Good Art do Neil Gaiman. Se o nome dele vos for estranho, pensem em Coraline. Foi ele que escreveu esse livro, assim como muitos outros.

Foto retirada daqui.
Todo o livro é assim, cheio de imagens, cheio de arte. É muito inspirador! Gaiman fala na sua história, de como ele aprendeu a fazer boa arte em apenas 5 passos. Conta-nos também várias histórias, até da própria Coraline (que ganhou este nome por um erro de Neil mas que, rapidamente, se tornou um sucesso). Acabamos por aprender muito com ele, a maneira como ele fala de arte é fenomenal, vê-se que ele respira arte! 

Essa foi a lição mais difícil para mim, acho: relaxar e aproveitar a caminhada, porque a jornada leva-nos a alguns lugares memoráveis e inesperados.  (tradução feita por mim).
Acho que é um livro essencial para qualquer pessoa que gosta de fazer arte. Para mim foi essencial e sei que o vou reler em breve! Fez-me sentir de novo o gosto pela escrita, neste caso, e isso tem-se refletido na maneira como tenho escrito, tanto no blog como no meu livro. Tudo sobre o Make Good Art é ótimo, desde a escrita, design das páginas, a criatividade por trás deste livro, absolutamente tudo. Aconselho todos a darem-lhe uma oportunidade, até porque é curtinho e lê-se em menos de 1 hora! Vão ficar marcados para a vida!


Título Original: Make Good Art
Autor: Neil Gaiman

Pontuação:

17.1.18

A Minha Música #11



Como vos prometi na semana semana, esta semana venho mostrar a minha música para os 18 anos. Se não sabem o que quero dizer com isto vejam o último post desta rubrica.

Para vos ser sincera, não conhecia esta música ou a banda. Enquanto procurava uma música para os meus 18 anos, encontrei esta que tem a seguinte frase: "Eighteen and glory bound" e, se me seguem no twitter podem ver que é isso que tenho na minha bio. Depois de a encontrei fiquei viciada! Adoro esta música e tenho que procurar mais desta banda!

14.1.18

TAG || Se eu Perguntasse

Esta será a primeira Tag de 12 que o blog irá ter este ano. Todos os meses, vou publicar uma! É algo que eu adoro fazer e vocês divertem-se a ler as minhas respostas. Espero que se divirtam também com esta e que fiquem a conhecer-me um pouco melhor.



1- Tens alguma mania? Qual?
Sim. Tenho que verificar tudo umas 3 vezes antes de sair de qualquer sítio: casa, escola, provadores, ginásio, qualquer sítio.

2- Cumprimentas estranhos na rua?
Normalmente sim.

3- Quem faz a lida da casa?
Cada um faz alguma coisa diferente. Todos ajudamos.

4- Achas que às vezes acabas por comprar produtos sem necessidade?
Agora já não. Melhorei muito nesse aspecto! Só compro o que preciso. 

5- Fumas?
É com muito orgulho que posso dizer que não fumo e nunca peguei num cigarro sequer. Só o cheiro agonia-me.

6- Quantas pessoas moram na mesma casa que tu?
Comigo, somos 8.

7- Tens medo de envelhecer?
Sim e não. Envelhecer é inevitável mas eu sou a louca do anti-aging. Não ando aí a comprar creme para as rugas, não é esse tipo de louca. Nunca ando ao sol sem protetor solar ou óculos de sol (se não usarmos, semi-cerramos os olhos e isso provoca rugas!). Também não produtos com álcool ou perfume na sua composição diretamente na pele porque, mais uma vez, provoca rugas (ou assim me dizem). Acho que essa é mais uma das minhas manias.

8- Usas maquilhagem que já passou do prazo de validade?
Se o produto não alterou depois do prazo, sim.

9- Qual a tua prioridade na vida?
Não tenho sempre a mesma. Neste momento, é tirar uma boa média para entrar onde quero. 

10- Mandas lixo para a rua?
NÃO. Nunca! Nunca me vão apanhar a fazê-lo porque isso irrita-me. Quase tanto como atravessar a estrada com uma passadeira a menos de 5 metros.

11- Está a ler algum livro? Qual?
Ando a ler After Dark, O Ano da Morte de Ricardo Reis e Safe Distance.

12- Com que frequência fazes as unhas?
Ultimamente tenho-o feito todos os meses.

13- Usas hidratante para o rosto? Qual?
Uso o aqua da Cien mas entretanto vou mudar de hidratante porque este tem álcool e perfume na sua composição.

14- Quais são os itens de maquilhagem que usas no dia a dia?
É raro utilizar agora mas quando o faço, uso base, corretor, rímel e um batom ou lápis de lábios.

15- Qual é a câmera que usas para tirares as fotografias do blog?
O blog tem poucas imagens da minha autoria mas são tiradas com a câmera do meu telemóvel.



16- Qual é o teu perfume agora?
Red Vanilla da Zara. É ótimo e super em conta!

17- Achas que os produtos caros são sempre os melhores?
Não. Um desses exemplos é o hidratante que uso. É fantástico e nem 5€ custa!

18- Ao sair de um supermercado percebes que o caixa deu-te 50€ a mais de troco. Devolvias o dinheiro?
Sim, porque eu com trocos sou muito justa, até com amigos. Ou é aquilo ou é aquilo, não há outra opção.

19- No autocarro ou em filas, dás o lugar para os idosos?
É assim, se for no metro eu não dou o meu lugar. Até porque tenho que ir sentada no metro (especialmente se for cheio) ou desmaio. Nesse caso não. Nos outros casos sim, idosos, grávidas, pessoas com alguma pressa ou poucos produtos nas filas e mais.

20- És uma pessoa sociável?
Gosto de pensar que sim.

21- O teu telemóvel está sempre com saldo?
Não.

22- Caso fosse fazer uma cirurgia plástica, o que mudarias?
Peito. Gosto muito do tamanho mas por vezes magoa-me as costas. Também gostava de alterar o nariz, mas já o fiz (devido a várias cirurgias ao septo e o nariz acabou por colapsar) e não quero mexer mais porque pode ficar ainda pior.

23- A tua melhor amiga está a ser traída pelo marido ou namorado. Contarias caso soubesses?
Sim. Assim que soubesse!

24- Cometes algum dos pecados capitais? Qual?
Penso que não.

25- És feliz?
Tendo em conta tudo o que tem acontecido ultimamente, diria que sim.

26- És uma pessoa vingativa?
Acho que não. Posso guardar rancor por uns dias mas vingar-me acho que nunca fiz.

27- Já te sentiste evitado por uma ou mais pessoas em algum momento da vida?
Várias vezes, sim.

28- Acreditas que as pessoas mudam?
Esta pergunta tem muito por onde pegar. Acredito que sim mas há sempre excepções à regra, depende do que fizeram e como o comportamento vai-se moldando às consequências do que aconteceu. Aí dá para ver se mudam ou não.
 
29- Gostas de ser visitada com frequência?
Gosto de ter o meu espaço, por isso não (por agora, pelo menos).

30- Há quem diga que o blog é coisa de quem não tem o que fazer. O que achas disso?
Acho que é mentira. Ter um blog é algo que ocupa tempo e é um hobby ou um trabalho como outros. Quem não tem um blog não sabe o trabalho que há por trás de um post!

Esta foi a primeira tag do ano. Sintam-se à vontade para a fazerem no vosso blog e, se a fizerem, digam-me para eu ver as vossas respostas.

12.1.18

12 Livros para 2018

Se carregarem nos links abaixo vão diretamente para a página do Goodreads correspondente a cada livro.

Fiz uma pequena seleção de livros, doze para ser exata, para ler em 2018. Normalmente consigo ler um livro por mês mas há meses em que é difícil ler um completo, porque o livro não me agarra, foi um dia chato ou porque simplesmente não tenho vontade de ler. Esta lista é apenas para me guiar. Provavelmente há aqui livros que não irei ler em 2018 porque já não tenho interesse neles mas, quando fiz esta lista, tinha interesse em todos eles.

JANEIRO: After Dark, os Passageiros da Noite. Este foi o escolhido para a minha apresentação oral em março e quero acabá-lo o mais depressa possível! É de um autor que ando para conhecer há muito tempo e espero que este seja muito bom.

FEVEREIRO: O Ano da Morte de Ricardo Reis. É o livro obrigatório para o 12º ano e tem de ser lido antes de abril. Já que em janeiro vou para França e em março vou para Espanha, decidi guardar este livro para fevereiro. Comecei a lê-lo em 2017 e nem o primeiro capítulo terminei, apenas porque a escrita de Saramago está a ser difícil para mm mas a história é fenomenal.

MARÇO: After 2. Li o primeiro livro em 2016 e adorei mas em 2017 não consegui continuar com estes livros. Em março, como tenho a viagem de finalistas, espero conseguir ler este menino! Tenho também em ebook para o caso de o querer ler durante essa viagem (sim, não vou andar na loucura da noite. Julguem-me!). É grande mas a escrita é muito fluída e eu adoro a história. Deve ser fácil lê-lo.

ABRIL: Amor Cruel. Vocês já conhecem o meu projeto de ler Colleen Hoover e não podia ser uma lista de livros sem um desta autora. Se ainda não leram nada dela, leiam Confesso (já tem opinião aqui no blog tanto do livro como da sua adaptação para a televisão). Não se vão arrepender de ler Colleen Hoover.

MAIO: Entre o Agora e o Nunca. Já devem ter percebido que eu adoro o género New Adult, daí a lista ter tantos livros deste género. Em maio, vou ler este e não sei nada dele porque acho que as sinopses deste género dizem demasiado.

JUNHO: O Pacto. Já estou para ler este calhamaço desde que ele saiu em Portugal. O único problema é que ele é o livro de junho mas vou estar em exames até o final do mês (quase). Vamos ser se consigo!

JULHO: Cinquenta Sombras Livre. Este ano, o terceiro filme vai sair e eu tenho os livros para ler em inglês. Pode ser que nas férias isso aconteça!

AGOSTO: Onde Cantam os Grilos. Não sei absolutamente nada sobre este livro mas vi opiniões muito boas no Goodreads e ganhei-o num passatempo nessa plataforma. Quero dar-lhe uma oportunidade. 

SETEMBRO: Isto Acaba Aqui. Outro da Colleen. Este é o mais recente que foi publicado em Portugal e já me disseram que é o mais diferente do estilo dela. Eu adorei o Too Late que também era diferente por isso espero gostar muito deste também.

OUTUBRO: Forbidden. Um livro sobre incesto. Um tema bem polémico e um livro que quero muito ler. Só oiço opiniões positivas sobre ele. O único problema é não estar publicado em Portugal.

NOVEMBRO: A Rapariga no Comboio. Há uns anos que o quero ler mas nunca me apeteceu pegá-lo. Vou tentar lê-lo em novembro vamos ver como corre.

DEZEMBRO: Onde Estás Audrey? Já li um livro da autora (com opinião aqui) e gostei muito, ando a ler outro dela mas acho-o um pouco chato por isso, não sei como esta leitura vai correr.


Provavelmente vou trocar livros. Por exemplo, se em março não quiser ler o livro a que me propus, posso trocar pelo de junho. Vou tentar ler um por mês e fazer opinião no blog assim que o terminar. Se quiserem saber mais sobre algum deles, basta carregarem nos links lá em cima.

Têm algum livro que querem ler este ano?