6.12.17

Os mais esperados de 2018

2017 está quase a acabar e se há algo que faço sempre, nem que seja mentalmente, é uma lista de filmes que quero ver no próximo ano. E foi assim que surgiu a ideia de fazer uma lista aqui no blog dos filmes que eu quero muito ver em 2018. Quero dizer apenas que alguns filmes podem ter saído antes de 2018 mas que só vão sair em Portugal para o ano.

-Bilal: vi este trailer e simplesmente foi fantástico! Não é o tipo de animação que eu goste, aliás odeio, mas neste filme acho que resulta.
-As Cinquenta Sombras Livre: eu, por estranho que pareça, gostei dos filmes que já saíram e até tenho os livros para ler. Este também tenho que ver!
-Black Panther: é da Marvel. Preciso de dizer mais alguma coisa?
-Avengers: Infinity War: o trailer deste filme está brutal! E é da Marvel por isso vou adorar!
-Deadpool 2: o primeiro filme foi tão bom que estou ansiosa por este segundo.
-Os Incríveis 2: dos meus filmes preferidos de sempre! Fiquei tão feliz quando descobri que ia sair um segundo filme! Quero é que a Edna apareça neste também.

-Hotel Transylvania 3: já perceberam que eu adoro filmes de animação e o primeiro foi fantástico, o segundo foi pior mas gostei muito na mesma e estou desejosa de ver o terceiro!
-Força Ralph 2: de todos os filmes nesta lista, este é o que menos quero ver. Não porque ache que vai ser mau mas porque o primeiro já não me diz muito mas, mesmo assim, estou curiosa.
-Aquaman: o Jason Momoa sem camisa durante todo o filme parece-me muito bem! Tirando isso, o filme também tem a Nicole Kidman e o Willem Dafoe por isso espero que seja muito bom.

Outra coisa que queria dizer é que há posters que provavelmente não se vão manter (como os Avengers ou Deadpool) e há outros filmes que quero muito ver que não têm ainda poster ou trailer que são:
-Anubis - filme de animação.
-Every Day - baseado no livro A Cada Dia de David Levithan.
-Mamma Mia: Here We Go - sequela de Mamma Mia!
-Mulan - é uma live action como a Bela e o Mostro deste ano.

E pronto, são estes os filmes que quero ver. Quais são aqueles que vocês querem ver?

28.11.17

A minha Experiência com Threading

Ontem fiz, pela primeira vez, as sobrancelhas e escolhi o método com a linha (Threading). Escolhi-o por achar que não ia doer tanto como a cera e que ia ficar mais natural. Então percorri todos os salões, da minha zona, a perguntar se faziam a depilação com linha e encontrei finalmente um!


Simplesmente cheguei lá e marcaram. No dia, fui com maquilhagem e não houve qualquer tipo de problema. Ela limpou à volta das sobrancelhas e perguntou-me como eu queria. Todo o tempo ela perguntou-me como era a dor e se estavam bem assim ou se queria mais fino. Ela fez as medições todas para se certificar que ficavam o mais iguais possíveis e explicou-me o procedimento todo. Eu apenas tinha que estivar a pele com as mãos. No fim, passou um creme para a pele ficar menos vermelha.

Gostei muito do resultado final! E a verdade é que não me doeu nada mesmo! Quanto mais esticamos a pele, menos nos dói. As sobrancelhas ficaram muito naturais, simétricas e, acima de tudo, como eu queria.

A esteticista recomenda mesmo este método já que não é tão agressivo para a pele e fica mais natural do que se fosse feito a cera. Também é o mais higiénico. 

Se tiverem a oportunidade de fazerem, experimentem. Têm alguma dúvida? Já fizeram com este método?

26.11.17

Vazio Sentimental



Conhecem aquela sensação de vazio? Mesmo quando sabem que deviam estar felizes mas não sentem absolutamente nada? Sabem quando deviam estar tristes mas não sentem nada? Simplesmente tudo passa e vocês não sentem nada. É como se vocês estivessem vivos sem a parte sentimental. Acreditem que é das piores coisas que vos pode acontecer. Deixam de ter vontade seja para o que for, a vida passa diante dos vossos olhos e vocês vêem-na passar sem conseguir sentir algo. Este "sentimento" de não sentir nada é algo que não se pode descrever. É algo que não podem sentir. É algo que, por muito que expliquem, ninguém percebe a não ser que já tenha passado por isso. É algo que não conseguem mudar mesmo que queiram muito. Até se pode dizer que é algo para a vida inteira.
Imaginem o que é estarmos, onde quer que seja, muito "felizes" rodeados de gente mas sentirmo-nos sozinhos. Parece que os problemas voltam quando ficamos sozinhos. É como se as nossas "emoções" fossem uma máscara porque nunca sentimos nada. E a triste realidade é essa: não sentimos nada. Tudo é um vazio.


O post de hoje foi diferente. Não sei se vai ser bem aceite por todos ou se alguém vai gostar. Já andava com este pequeno texto aqui escrito mas não sabia se o haveria de publicar ou não. E foi hoje o dia que o decidi fazer. Espero que tenham gostado!

19.11.17

7 Filmes que Todos Viram Menos Eu



Este mês tem sido caótico, como vos disse no post anterior. E ter ideias para posts é algo que até tem acontecido, o problema é mesmo escrever. Começo e acho sempre que não é uma boa ideia, por isso deixo de lado. Até que me fartei e fui para o site onde vejo os filmes e séries, para começar algo novo, e vi filmes super conhecidos que eu nunca vi, nem tenho interesse em ver. Digo já que me podem matar depois de vos mostrar estes 7!


1. Titanic (1997)
Acho que devo ser a única pessoa que nunca viu este filme do início ao fim. Adoro o tema e todas as conspirações feitas sobre o fim trágico do navio. Já o filme, nunca foi algo que me despertasse muito a atenção. É claro que o já tentei ver mas achei-o tão parado que não o acabei de ver.

2. A Guerra das Estrelas (1977)
Este é um misto de emoções. Todos já o viram, adoram-no, aliás não conheço ninguém que já tenha visto e não gostado mas eu, como acho sempre que a minha opinião é diferente, tenho a sensação que não vou gostar nem um pouco do filme. Já vi o trailer para o primeiro filme mas não me desperta sequer a mínima curiosidade. Só que sempre que entro em alguma loja, seja do que for, parece que sou constantemente bombardeada com coisas do Star Wars.

3. O Senhor dos Anéis (2001)
O Senhor dos Anéis é aquele filme que eu nunca vi e nem sei se vou ver. É um filme muito longo e, por isso, muito parado. Já vi algumas partes de poucos minutos e não tive qualquer curiosidade em continuar a vê-lo.

4. Parque Jurássico (1993)
Com este, acho que é mesmo o tema que não me cativa o suficiente. a banda sonora é fantástica e a própria imagem não é má de todo. Agora dinossauros no século XX já acho um pouco absurdo mas até tenho alguma curiosidade por causa da banda sonora.


5. Divergente (2014)
Nem me vou alongar com o porquê de este filme estar na lista. Só ao ver o trailer, consegui perceber que é uma espécie de cópia ao filme Jogos da Fome. Alguns amigos meus disseram-me que tinham achado o mesmo e que não gostaram. Não tenho curiosidade sequer!

6. Avatar (2009)
Sei que todos o adoram! Eu comecei a ver e não gostei nem um bocadinho. A imagem é perfeita, simplesmente fantástica. Talvez a história também o seja mas não tenho interesse em vê-lo. Pode ser que mude de ideias e o ache dos melhores filmes de sempre mas, por enquanto, não o quero ver.

7. Harry Potter (2001)
Se existe filme que toda a gente goste é este. Menos eu. A história em si não me fascina. Já tentei ler os livros e desisti logo no primeiro (devo ter lido 50 páginas). Simplesmente não o achei bom o suficiente mas sei que vou dar uma oportunidade ao filme pelo menos. Sei que todos acham os livros bem melhores por isso, se gostar dos filmes, vou gostar ainda mais dos livros. Também sou constantemente bombardeada com produtos de Harry Potter e o pior é que tenho vários amigos que adoram!

Estão surpreendidos com a minha lista? Também não os viram ou fazem parte da maioria da população que já os viu?

11.11.17

Então, vamos falar? #5

A última vez que falei assim com vocês foi quase no final de setembro e tenho algumas novidades para partilhar convosco. Então, vamos falar?



Vou começar por vos contar o que se tem passado comigo neste últimos tempos. É simples, o cansaço é tanto que só consigo escrever nos furos que tenho entre aulas e acreditem que são poucos. O horário do 12º ano não é mau. Só tenho aulas de manhã mas de tarde estudo, faço resumos, exercício e vejo alguns episódios quando tenho tempo e não me apetece escrever. Para além disso, ainda tenho coro, vou entrar no rugby de novo (é verdade, não resisti!), tenho muitos trabalhos para fazer para o Erasmus e ainda os trabalhos para a disciplina de Geografia C.O tempo não é muito e eu tento ter esticá-lo o máximo que posso.

Fiz um post há algum tempo sobre voluntariado. Consegui-me inscrever uma associação em Lisboa e vou participar no festival deles. Vou depois contar-vos a minha experiência mas, até agora, está a ser bastante positiva ainda que o festival não tenha começado. Todos os que conheci foram muito simpáticos comigo!

Não vos falei no último Então, vamos falar? da viagem de finalistas. Já temos destino e já andamos a pagá-la aos poucos. Alguns da minha turma decidiram ir para Benalmadena com a Slide In e estamos a gostar muito do Staff (o nosso "mano" Jorgão [ele chama-se Jorge] é muito porreiro mesmo!). As listas também já foram e a nossa era Lista B de Batman mas perdemos. Foi algo que até os professores comentaram connosco porque muitos deles achavam que íamos ganhar por termos mais decorações e melhores objetivos que eles. Mas se os alunos decidiram escolher a Lista D, espero que eles façam um bom trabalho (e que paguem a dívida que ainda têm da campanha...). Essa lista, agora na Associação de Estudantes, fez a Escola Assombrada dia 3 e convidaram-me para eu ir lá assustar. Até correu bastante bem e diverti-me muito com eles!

Dia 26 de outubro, tivemos uma visita de estudo, com todos os alunos do 12º ano (somos só 3 turmas já a contar com o profissional. Bem poucos), à Casa Fernando Pessoa e à Quinta da Regaleira. Gostei dos 2 locais. Por um lado, a visita guiada da Casa Fernando Pessoa  foi muito boa mas isso deveu-se ao guia que fez um excelente trabalho, não foi cansativo e aprendemos várias coisas (como Pessoa chegava a fumar 80 cigarros por dia) mas por outro a Quinta da Regaleira é muito bonita mesmo. O único senão foi mesmo a visita guia que foi cansativa e maçuda e não conseguimos ver tudo o que queríamos. Mesmo assim, valeu a pena! O único problema foi que o autocarro deu um toque num carro mal estacionado e nós tivemos que ir a pé até à Quinta enquanto almoçavamos. Ficámos todos muito cansados.



E agora vamos passar às três grandes novidades que me fizeram vir escrever este post. A primeira é que eu vou à Comic Con dia 16 do próximo mês! Sempre quis lá ir e este ano faz todo o sentido até porque vai ser o meu primeiro ano e vou com um grupo fantástico: uma amiga, um amigo e o meu namorado. Isso mesmo, eu tenho namorado! E vocês pensam "Carina, no one cares about that". Pois pode ser verdade mas eu já tinha falado nele neste post e neste também. Como vos tinha dito, eu e ele somos a mesma pessoa e isso no início foi super estranho e incrível ao mesmo tempo mas agora serve para gozarmos um com o outro pelas nossas parecenças. Acreditem, ele é bem idiota mas é o meu idiota (so back off bitches girls!). E a grande novidade do mês é que eu já decidi qual vai ser a minha primeira opção no que toca a universidades! Tem tudo o que quero e a sua localização é perfeita. Agora vão é começar as prendas de natal e anos a serem tachos e panelas e coisas para a minha futura casa.

Estou também a participar no NaNoWriMo e até estou orgulhosa de mim. Estou muito atrasada no que toca às palavras diárias mas ainda não desisti e mesmo que não chegue às 50 mil, eu vou escrever o máximo que consiga.

Tive que guardar o mais ridículo para o fim. Então não é que eu agora consigo caber em roupa de rapaz com 12/14 anos? Vocês não imaginam a quantidade de pijamas, casacos e camisolas que eu já comprei para criança! Antes eu nem num M cabia! Vocês não têm noção do quão feliz (porque a roupa de rapaz e homem é sempre a mais gira na minha opinião) e do quão estupefacta (porque caibo EM ROUPA DE CRIANÇA) fico. É só ridiculamente brutal. 

E penso que seja só isto. Mesmo assim estes últimos tempos têm sido muito cansativos e aconteceram várias coisas que eu nunca esperava, como a vitória da Lista D (somos todos amigos, juro!) mas falando a sério, foram semanas cansativas mas produtivas.

6.11.17

TAG || NaNoWriMo

Andei quase 1 mês em escrever nada para o blog. Foi também um mês cheio de testes, trabalhos e de novos projetos. Mas vou falar nisso no post seguinte.

Então hoje decidi trazer a NaNoWriMo Tag. Para quem não sabe, NaNoWriMo quer dizer: National Novel Writing Month e consiste em, num mês, escrevermos um livro, seja de que género for, mas tem que ter 50 mil palavras. A edição deste ano, como sempre, começou dia 1 de novembro mas podem juntar-se e tentar atingir as 50 mil palavras até dia 30.



1. Quantas vezes participaste no NaNoWriMo?
Eu inscrevi-me em 2014 ou 2015 com o intuito de participar mas acabei sempre por ter medo e nunca o fazer. Este ano, ia não participar na mesma mas tenho o objetivo de escrever um livro até fazer 18 anos e porque não tentar fazê-lo em novembro? Por isso, 2017 é o meu primeiro ano.

2. Como descobriste o NaNoWriMo?
Penso que foi num vídeo no YouTube quando andava à busca de imaginação para uma fanfiction que estava a escrever na altura.

3. Qual foi o nome do teu primeiro livro que tentaste escrever durante o NaNoWrimo?
O título, por agora, é Bergfalk.

4. Dá-nos uma frase que descreva o que estás a escrever este ano.
Molly perdeu o seu maior apoio e amor no mesmo dia e vamos ver, ao longo da história, como ela recupera a perda de um grande amor (Juro que é interessante!).

5. Qual é o melhor conselho, no que toca à escrita, que já recebeste?
Até tenho dois. Um é "para de te comparar aos outros" e o outro é "escreve quando não tens vontade de escrever". Este último é um pouco complicado. Há dias em que simplesmente não quero escrever, e isso viu-se aqui no blog. Parece difícil de início mas com o passar do tempo, a escrita vai voltar a fluir e já tive ideias muito boas por me obrigar a escrever.

6. Já estiveste um ano sem participar? Porquê?
Como este é o meu primeiro ano, a sério, eu vou dizer que não.

7. Qual é a tua maior inspiração quando tentas descobrir o que escrever?
Tenho várias maneiras: inspiro-me em imagens ou em frases que encontro no pinterest ou então, em música. Mas já aconteceu passar por um casal idoso e ter uma ideia, por isso a minha inspiração vem de qualquer lado.

8. Mostra-nos a primeira frase de um dos teus livros.
Esta é a frase de Bergfalk:
- Casa comigo - disse ele.
Juro que o livro é interessante! 

9. Porque é que adoras escrever?
Sempre fui uma pessoa criativa e, por acaso, em criança odiava escrever. Um dia, andava eu pelo Facebook a ler umas fanfictions, e pensei "porque não experimentar também?". Adorei a sensação e poder fazer o que quisesse com as personagens, criar jogos mentais com o leitor, transportar emoções minhas para uma personagem sem que o leitor soubesse que eu, na verdade, sentia aquilo tudo. É quase como se eu pudesse viver como se fosse outra pessoa.

Esta foi a Tag! Digam-me se já participaram ou se estão a participar no NaNoWrimo!

18.10.17

A Minha Música #8



Num dos meus passeios durante o fim de semana, ouvi esta música e tive que a mostrar. Descobri o artista, com esta música, no início deste ano e adorei-o. Todo o álbum dele é incrível! E qual foi a minha surpresa quando ouvi, não uma, mas sim duas músicas dele na rádio!



Toda a música é fantástica! Desde o instrumental à voz. Estou muito feliz por lhe estarem a dar uma oportunidade em Portugal porque, a verdade, é que se ouve cada vez mais música igual uma à outra e as músicas do Rag'n'Bone Man são diferentes de tudo o que eu ouvi mas adoro! E sei que muita gente o adora também. É sem dúvida um dos meus novos artistas preferidos.