11.11.17

Então, vamos falar? #5

A última vez que falei assim com vocês foi quase no final de setembro e tenho algumas novidades para partilhar convosco. Então, vamos falar?



Vou começar por vos contar o que se tem passado comigo neste últimos tempos. É simples, o cansaço é tanto que só consigo escrever nos furos que tenho entre aulas e acreditem que são poucos. O horário do 12º ano não é mau. Só tenho aulas de manhã mas de tarde estudo, faço resumos, exercício e vejo alguns episódios quando tenho tempo e não me apetece escrever. Para além disso, ainda tenho coro, vou entrar no rugby de novo (é verdade, não resisti!), tenho muitos trabalhos para fazer para o Erasmus e ainda os trabalhos para a disciplina de Geografia C.O tempo não é muito e eu tento ter esticá-lo o máximo que posso.

Fiz um post há algum tempo sobre voluntariado. Consegui-me inscrever uma associação em Lisboa e vou participar no festival deles. Vou depois contar-vos a minha experiência mas, até agora, está a ser bastante positiva ainda que o festival não tenha começado. Todos os que conheci foram muito simpáticos comigo!

Não vos falei no último Então, vamos falar? da viagem de finalistas. Já temos destino e já andamos a pagá-la aos poucos. Alguns da minha turma decidiram ir para Benalmadena com a Slide In e estamos a gostar muito do Staff (o nosso "mano" Jorgão [ele chama-se Jorge] é muito porreiro mesmo!). As listas também já foram e a nossa era Lista B de Batman mas perdemos. Foi algo que até os professores comentaram connosco porque muitos deles achavam que íamos ganhar por termos mais decorações e melhores objetivos que eles. Mas se os alunos decidiram escolher a Lista D, espero que eles façam um bom trabalho (e que paguem a dívida que ainda têm da campanha...). Essa lista, agora na Associação de Estudantes, fez a Escola Assombrada dia 3 e convidaram-me para eu ir lá assustar. Até correu bastante bem e diverti-me muito com eles!

Dia 26 de outubro, tivemos uma visita de estudo, com todos os alunos do 12º ano (somos só 3 turmas já a contar com o profissional. Bem poucos), à Casa Fernando Pessoa e à Quinta da Regaleira. Gostei dos 2 locais. Por um lado, a visita guiada da Casa Fernando Pessoa  foi muito boa mas isso deveu-se ao guia que fez um excelente trabalho, não foi cansativo e aprendemos várias coisas (como Pessoa chegava a fumar 80 cigarros por dia) mas por outro a Quinta da Regaleira é muito bonita mesmo. O único senão foi mesmo a visita guia que foi cansativa e maçuda e não conseguimos ver tudo o que queríamos. Mesmo assim, valeu a pena! O único problema foi que o autocarro deu um toque num carro mal estacionado e nós tivemos que ir a pé até à Quinta enquanto almoçavamos. Ficámos todos muito cansados.



E agora vamos passar às três grandes novidades que me fizeram vir escrever este post. A primeira é que eu vou à Comic Con dia 16 do próximo mês! Sempre quis lá ir e este ano faz todo o sentido até porque vai ser o meu primeiro ano e vou com um grupo fantástico: uma amiga, um amigo e o meu namorado. Isso mesmo, eu tenho namorado! E vocês pensam "Carina, no one cares about that". Pois pode ser verdade mas eu já tinha falado nele neste post e neste também. Como vos tinha dito, eu e ele somos a mesma pessoa e isso no início foi super estranho e incrível ao mesmo tempo mas agora serve para gozarmos um com o outro pelas nossas parecenças. Acreditem, ele é bem idiota mas é o meu idiota (so back off bitches girls!). E a grande novidade do mês é que eu já decidi qual vai ser a minha primeira opção no que toca a universidades! Tem tudo o que quero e a sua localização é perfeita. Agora vão é começar as prendas de natal e anos a serem tachos e panelas e coisas para a minha futura casa.

Estou também a participar no NaNoWriMo e até estou orgulhosa de mim. Estou muito atrasada no que toca às palavras diárias mas ainda não desisti e mesmo que não chegue às 50 mil, eu vou escrever o máximo que consiga.

Tive que guardar o mais ridículo para o fim. Então não é que eu agora consigo caber em roupa de rapaz com 12/14 anos? Vocês não imaginam a quantidade de pijamas, casacos e camisolas que eu já comprei para criança! Antes eu nem num M cabia! Vocês não têm noção do quão feliz (porque a roupa de rapaz e homem é sempre a mais gira na minha opinião) e do quão estupefacta (porque caibo EM ROUPA DE CRIANÇA) fico. É só ridiculamente brutal. 

E penso que seja só isto. Mesmo assim estes últimos tempos têm sido muito cansativos e aconteceram várias coisas que eu nunca esperava, como a vitória da Lista D (somos todos amigos, juro!) mas falando a sério, foram semanas cansativas mas produtivas.

6.11.17

TAG || NaNoWriMo

Andei quase 1 mês em escrever nada para o blog. Foi também um mês cheio de testes, trabalhos e de novos projetos. Mas vou falar nisso no post seguinte.

Então hoje decidi trazer a NaNoWriMo Tag. Para quem não sabe, NaNoWriMo quer dizer: National Novel Writing Month e consiste em, num mês, escrevermos um livro, seja de que género for, mas tem que ter 50 mil palavras. A edição deste ano, como sempre, começou dia 1 de novembro mas podem juntar-se e tentar atingir as 50 mil palavras até dia 30.



1. Quantas vezes participaste no NaNoWriMo?
Eu inscrevi-me em 2014 ou 2015 com o intuito de participar mas acabei sempre por ter medo e nunca o fazer. Este ano, ia não participar na mesma mas tenho o objetivo de escrever um livro até fazer 18 anos e porque não tentar fazê-lo em novembro? Por isso, 2017 é o meu primeiro ano.

2. Como descobriste o NaNoWriMo?
Penso que foi num vídeo no YouTube quando andava à busca de imaginação para uma fanfiction que estava a escrever na altura.

3. Qual foi o nome do teu primeiro livro que tentaste escrever durante o NaNoWrimo?
O título, por agora, é Bergfalk.

4. Dá-nos uma frase que descreva o que estás a escrever este ano.
Molly perdeu o seu maior apoio e amor no mesmo dia e vamos ver, ao longo da história, como ela recupera a perda de um grande amor (Juro que é interessante!).

5. Qual é o melhor conselho, no que toca à escrita, que já recebeste?
Até tenho dois. Um é "para de te comparar aos outros" e o outro é "escreve quando não tens vontade de escrever". Este último é um pouco complicado. Há dias em que simplesmente não quero escrever, e isso viu-se aqui no blog. Parece difícil de início mas com o passar do tempo, a escrita vai voltar a fluir e já tive ideias muito boas por me obrigar a escrever.

6. Já estiveste um ano sem participar? Porquê?
Como este é o meu primeiro ano, a sério, eu vou dizer que não.

7. Qual é a tua maior inspiração quando tentas descobrir o que escrever?
Tenho várias maneiras: inspiro-me em imagens ou em frases que encontro no pinterest ou então, em música. Mas já aconteceu passar por um casal idoso e ter uma ideia, por isso a minha inspiração vem de qualquer lado.

8. Mostra-nos a primeira frase de um dos teus livros.
Esta é a frase de Bergfalk:
- Casa comigo - disse ele.
Juro que o livro é interessante! 

9. Porque é que adoras escrever?
Sempre fui uma pessoa criativa e, por acaso, em criança odiava escrever. Um dia, andava eu pelo Facebook a ler umas fanfictions, e pensei "porque não experimentar também?". Adorei a sensação e poder fazer o que quisesse com as personagens, criar jogos mentais com o leitor, transportar emoções minhas para uma personagem sem que o leitor soubesse que eu, na verdade, sentia aquilo tudo. É quase como se eu pudesse viver como se fosse outra pessoa.

Esta foi a Tag! Digam-me se já participaram ou se estão a participar no NaNoWrimo!

18.10.17

A Minha Música #8



Num dos meus passeios durante o fim de semana, ouvi esta música e tive que a mostrar. Descobri o artista, com esta música, no início deste ano e adorei-o. Todo o álbum dele é incrível! E qual foi a minha surpresa quando ouvi, não uma, mas sim duas músicas dele na rádio!



Toda a música é fantástica! Desde o instrumental à voz. Estou muito feliz por lhe estarem a dar uma oportunidade em Portugal porque, a verdade, é que se ouve cada vez mais música igual uma à outra e as músicas do Rag'n'Bone Man são diferentes de tudo o que eu ouvi mas adoro! E sei que muita gente o adora também. É sem dúvida um dos meus novos artistas preferidos.

15.10.17

Obrigada!




Este é o último post do especial 3 Anos de Blog e, como tal, tinha que vir escrever aquele texto todo lamechas que as bloggers escrevem para comemorar o aniversário do blog. E não me interpretem mal, eu quero escrevê-lo e, pois bem, é isso que vim fazer hoje.

O Discolored Winter não foi o primeiro blog que tive. Criei o meu primeiro blog em 2011 se não me engano e sabem qual era o tema? Adolescência (ou como eu escrevia nesse blog: "adolscência"). Tinha 11/12 anos e já queria falar de temas que não eram para a minha idade. Por isso mesmo, esse blog não durou muito tempo e eu apaguei-o. Depois desse tive mais alguns até chegar ao Cary Cupcake. E desse alguns já se lembram. Foi o blog que mais tempo teve no ar (e ainda está) antes do DW. Foi criado em 2013 e foi deixado de lado em 2014. Os que me seguem desde esse tempo sabem que eu já não sentia o prazer nenhum em escrever os posts que fazia e, por isso, decidi fazer o melhor que conseguia: um novo blog e uma nova identidade.
Foi assim que surgiu o Discolored Winter e a escolha do nome foi complicada. Pensei em muitos nomes e sabia que não queria o nome em português mas nada soava bem. Até que pensei no que gostava: o inverno e em cores mais escuras e neutras: sem cor. E foi essa a origem do nome. Bastou-me traduzir as palavras e juntá-las e fiquei muito contente com o resultado!

A verdade é que durante o ano em que o CC esteve no ativo teve mais visualizações do que o DW tem neste momento e eu sei qual é a razão. O CC foi um blog onde eu escrevia o que queria quando queria, sem qualquer tipo de pressão. O DW, durante muito tempo, foi algo que só me criava pressão e todos nós sabemos que a pressão é o pior inimigo de alguém que escreve. Agora, sinto-me bem com o blog e comigo própria e só publico quando quero.

O blog atualmente só tem 2 rubricas no aitvo: Entao, vamos falar? e A Minha Música. Já tentei voltar a escrever para a Dizem que Está na Moda e a Travel Vibes mas, neste momento, não me parece a escolha certa. Essas rubricas vão voltar mas não será para já.

Mas como viram o título do post é Obrigada! e isso é porque sem vocês não existiria nenhum blog. São vocês que lêem o posts e que comentam. Sou eu que escrevo mas são vocês que o tornam real! Por isso só tenho que vos agradecer por me estarem a aturar há algum tempo mesmo que tenha sido hoje. Não interessa, todos vocês são importantes para mim!

Mais uma vez, obrigada a todos e para o próximo ano cá estaremos a comemorar os 4 anos!

14.10.17

Opinião || Tenho o Teu Número


Título Original: I've Got Your Number
Autor: Sophie Kinsella
Editora: Quinta Essência
Edição: 2014
Páginas: 420
ISBN9789897260988





Sinopse
Dez dias antes do casamento, Poppy perde o anel de noivado. Desesperada, Poppy começa a telefonar a toda a gente para pedir ajuda e alguém lhe arranca o telemóvel da mão! Também o roubaram! Como irão agora avisá-la se encontrarem o anel? E, imediatamente, Poppy vê um telemóvel num caixote do lixo, um telemóvel abandonado de que ela precisa urgentemente. Poppy dá o seu novo número a todos os amigos e também atende as chamadas recebidas e lê as mensagens endereçadas à anterior proprietária, a secretária (que acaba de se demitir) de Sam Roxton, um empresário importante. Enquanto continua à procura do anel, Poppy mantem-se em contacto com Sam Roxton, o novo proprietário do telefone. Sam vai deixá-la ficar com o aparelho, desde que ela lhe reencaminhe todas as mensagens que receber, mas às vezes Poppy responde por Sam em assuntos profissionais e também pessoais. Não se contém. Sam também começa a opinar sobre a vida de Poppy, o seu casamento, sobre os sogros e até sobre o noivo, que talvez, não seja tão maravilhoso como ela pensava.

Minha Opinião
Este livro conta-nos as peripécias que Poppy Wyatt faz para encontrar o seu anel de noivado. Numa das suas aventuras pelo hotel, roubam-lhe o telemóvel e, com muita sorte, ela encontra um no caixote do lixo. Este telemóvel é de uma empresa e Poppy recebe todas as mensagens e e-mails endereçados para a secretária de Sam Roxton. Como ainda anda à procura do anel, ela acaba por ficar com o telemóvel e concorda em reencaminhar tudo o que chegue para Sam. Ambos acabam por opinar sobre a vida um do outro, seja sobre a empresa de Sam ou o casamento de Poppy.


Partilhar um aparelho eletrónico tão pessoal como este não deve ser fácil! Especialmente se formos tão curiosos como Poppy.
Não conhecia este livro nem a autora antes de o ver no Goodreads e comecei-o sem expectativas. Não sei se é o melhor livro de Sophie Kinsella mas eu definitivamente ri muito com ele e adorei-o. Quero ler mais alguma coisa da autora para ver se me cativa da mesma forma.
Relativamente a este livro, não houve nada que eu gostasse menos. Até mesmo a família snobe de Magnus, o noivo de Poppy, tinha algo que tornou a história mais real. As reviravoltas foram brilhantes e eu não previ nenhuma delas, a não ser uma, que se torna bastante previsível, nos últimos 2 capítulos. Dei por mim a rir e a pensar "não! não faças isso... Não vais mesmo fazer isso... Oh Deus..." e depois ela fazia asneira, porque é a Poppy e ela faz sempre asneira, e eu ria mais! 

O livro foi bastante bom e não estava nada à espera de me divertir tanto. Tanto que acabei por dar 5 estrelas. Recomendo muito!

13.10.17

TAG || Sim, Sou Blogger

Hoje marca 3 anos que criei este blog e decidi assinalar o dia de hoje com uma tag sobre ser blogger.



1-Porque e quando criaste o teu blog?
Não sei alguns se lembram disto: eu tinha um blog antes deste. Passei para este porque já não me identificava com o nome e os temas desse blog. E decidi criar o Discolored Winter no dia 13 de outubro de 2014, ou sejá, há exatamente 3 anos!

2-Quais os principais assuntos do teu blog?
Como o blog está inserido na categoria pessoal, eu falo de tudo um pouco. Desde moda, dicas, estilo de vida, música e livros. É de tudo um pouco.

3-Qual é a parte chata de ser blogger?
Não acho nada chato. A parte pior é eu ser perfecionista e os posts, mesmo que estejam bons, parecem menos bons ao meus olhos.

4-Como tem sido a vida de blogger?
Tem sido muito boa! Todos me aceitam bem aqui e posso falar do que quiser sem ser julgada por isso.

5-O que tem de melhor ser blogger?
Poder conhecer pessoas que partilham os mesmo gostos que eu, sem dúvida!

6-Onde desejas chegar com o teu blog?
Gostava muito de o ver crescer! Não só em números mas claro que isso seria bom. Estava mesmo a falar de trazer outros assuntos e vê-lo crescer enquanto eu também cresço enquanto pessoa. Afinal, já não tenho 14 anos!

7-O teu blog é profissional ou um hobby?
É um hobby.


8-Quais são os blogues que acompanhas e quais indicas?
Acompanho tantos que não vou dizer todos porque são mais de 100! Em vez disso vou falar de um blog que eu indico muito que é o Suspiros da Bea. Foi um dos primeiros que segui e gosto muito do conteúdo do blog dela!

9-O convívio com os seguidores e leitores tem sido fácil?

Sim. Tenho recebido sempre mensagens positivas de todos vocês e estou muito agradecida por vocês gostarem do blog!

10-O teu blog já está como queres ou ainda desejas mudar?
Quero mudá-lo um pouco. O aspeto dele está quase como eu quero mas ainda vai mudar alguma coisa e o conteúdo é algo que vai mudar de certeza.

E este foi o post de hoje dedicado aos 3 anos do blog! Mais uma vez, muito obrigada por o acompanharem e seguirem. Isso significa muito para mim, acreditem! Obrigada por fazerem parte destes 3 anos, seja desde o início ou há 3 minutos atrás. Obrigada a todos!

12.10.17

6 Coisas Que Todas As Raparigas Deviam Saber

Hoje trago-vos algumas dicas que todas as raparigas deviam saber.

1. Em vez de fazeres a depilação com creme depilatório, podes usar condicionador ou óleo de coco. A pele fica muito suave!


2. Quando comprares base, testa-a no pescoço e não no braço. A base deve ser do mesmo tom que o pescoço.

3. Meter um pouco de pasta de dentes nas borbulhas faz secá-las.


4. Usem a parte que cola de um post-it para retirar o lixo e as migalhas que ficam debaixo das teclas do teclado.

5. Se meterem o telemóvel no modo de voo e estiverem a carregá-lo, ele irá carregar mais rápido.


6. Querem ver vídeos no telemóvel mas não têm suporte? Usem óculos de sol!

Já conheciam algumas destas coisas?